Obesidade e inflamação silenciosa

obesidade e inflamaçãoObesidade e inflamação silenciosa, você está com inflamação e não sabe?
 
Nem toda inflamação tem sintomas logo de cara.
 
E o que pouca gente sabe é que estar acima do peso é uma das causas mais comuns de inflamações silenciosas que, aos poucos, podem ir minando a sua saúde.

 

 
 

E COMO ISSO ACONTECE?

As células do tecido adiposo, onde se concentra a gordura, secretam, naturalmente, várias substâncias inflamatórias. Então, quanto mais células desse tipo, mais chance existe de ativar um processo inflamatório. E não é só isso.
 
A obesidade também pode ocasionar o desequilíbrio de diversos hormônios. E estes também podem ativar inflamações pelo corpo. É o caso das comorbidades, associadas, ao sobrepeso, como o diabetes. A ação da insulina é um fator de risco.
O nível de substâncias inflamatórias em pacientes obesos costuma ser alto.
 

INFLAMAÇÃO CRÔNICA

As inflamações associadas à obesidade tendem a ser crônicas porque o quadro é contínuo. Enquanto o peso não se alterar e enquanto os hábitos não se alterarem, a tendência inflamatória continuará ativa.
 
E o corpo vai viver com uma sobrecarga do sistema imunológico que lutará diariamente para combater esse ataque de substâncias. Por sua vez, esse trabalho de tentar restaurar o organismo pode acabar por danificar ainda mais os tecidos, ao invés de restaurá-los.
 

PERDA DE PESO ACABA COM A INFLAMAÇÃO?

Antes de mais nada: Difícil dar uma resposta única. Esse é um daqueles dilemas de que: cada caso é um caso.Obesidade e inflamação dependem de diferentes fatores a serem rastreados. Mas o que observamos, por exemplo, em pacientes que fazem a bariátrica e têm uma perda de peso acentuada e uma reeducação alimentar é que, gradualmente, esse quadro inflamatório tende a se amenizar e até desaparecer. Graças também à diminuição de comorbidades, as quais estavam associadas ao sobrepeso.
 

COMO MEDIR A INFLAMAÇÃO?

Seja como for, saiba que existem diferentes marcadores que caracterizam um quadro inflamatório . O de PCR ou proteína C reativa (PCR) é um deles. Ele mede uma proteína sintetizada pelo fígado. Os níveis dela aumentam quando existe uma inflamação.
 
Agora que você entendeu a relação entre obesidade e inflamação… Se você está acima do peso e tem esses sintomas procure ajuda médica especializada.
 
Por fim, se quer saber mais sobre o tratamento da obesidade e cirurgia bariátrica, acompanhe nossas redes sociais.
 
No Youtube, por exemplo, você tem playlists sobre o assunto.
Em primeiro lugar, lembre-se que o médico pode ser seu melhor aliado,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.