Bariátrica altera também o cérebro

Você sabia? A cirurgia bariátrica altera também o cérebro de uma maneira que nem você esperava. Confira abaixo.

bariátrica altera o cerebro

Como você já viu aqui no blog, depois da bariátrica ocorrem muitas mudanças positivas no corpo, não é só emagrecimento. E esses efeitos chegam a acontecer até o cérebro. Como?

Depois do bypass gástrico

A cirurgia bariátrica pelo método de bypass é a mais comum no Brasil. 75% das pessoas são operadas com essa técnica: o médico grampeia parte do estômago, o que limita a ingestão de alimentos.

 Como reflexo dessa ação, há uma produção maior do hormônio que comunica para o cérebro a sensação de saciedade. Com isso, dá uma diminuição da vontade de comer pro prazer e de ingerir alimentos doces ou ricos em gordura.

Alzheimer e bariátrica

Em outro estudo, feito, na USP, com mulheres que fizeram bariátrica concluiu que a perda de peso na idade adulta pode auxiliar na prevenção de casos de Alzheimer. Pesquisas anteriores indicavam que cerca de 35% de pessoas obesas têm mais propensão a desenvolver a doença.

Como assim?

Antes de tudo, a obesidade tem influência comprovada em atividades cerebrais. O cérebro precisa trabalhar mais para atingir o mesmo nível de cognição que uma pessoa não obesa. Sendo assim, estudos já mostraram que pessoas obesas apresentam, por exemplo, problemas de atenção.

O que sinaliza que pode ocorrer uma estimulação diferente em quem sofre da doença. Nesse sentido, obesos criam resistência à produção de hormônios que são importantes na proteção de neurônios como insulina e leptina.

A bariátrica, por sua vez, pode reverter esse problema e, assim, melhorar as funções cognitivas. Inclusive aquelas que podem ajudar a reduzir o risco de Alzheimer.

Conclusões importantes essas, não? Então, se você ainda tinha ideia de que a bariátrica era só uma cirurgia estética, está mais do que na hora de mudar. A qualidade de vida refletirá também nas suas atividades mentais: no seu trabalho, no seu estudo e até nos relacionamentos.


Por fim, se quer saber mais sobre o tratamento da obesidade e cirurgia bariátrica, acompanhe nossas redes sociais.

No Youtube, por exemplo, você tem playlists sobre o assunto.

Em primeiro lugar, lembre-se que o médico pode ser seu melhor aliado,

Dr Demetrius Germini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.